Quando seu gato morre, a sensação mais excruciante, além da culpa que te assalta à lembrança de pequenos desprezos, gestos de afago que foram suprimidos pelo cansaço, a sensação mais excruciante é a de braço amputado, membro fantasma. Doze anos que meu pequeno Wilson me suportou.